É tempo de reinventar!


Estamos vivendo um momento de reflexão e introspecção, em que precisamos explorar nossa criatividade para nos reinventarmos, dentro das limitações do atual cenário.

Em estudo de design e desenvolvimento de produto, aprendemos a criar soluções para problemas e necessidades existentes, e sabemos que quanto maior o desafio, maior a chance de podermos inovar e surpreender.

Dessa forma, é importante nos mantermos otimistas e atentos ao que podemos aprender e melhorar  com essa experiência.

Como profissional na área da moda, me sinto sempre no dever de conscientizar as pessoas que estão ao meu redor em relação a alguns  valores e princípios do fashion system, e nesse momento  acho importante reforçar e ampliar ainda mais a conscientização do consumo sustentável.

O consumo sustentável não vai contra o consumo, e sim  incentiva que a compra seja feita de forma consciente e inteligente.

O mercado de matérias-prima está cada vez mais inovando e apresentando novas soluções, principalmente no setor têxtil,  o que já nos possibilita encontrar no mercado fibras e tecidos produzidos, por exemplo, por processo de desfibrilização de outros tecidos, reciclagem de pet e algodão orgânico, o que já é um avanço. Mas ainda assim é um segmento limitado e existem muitos fatores envolvidos no processo que dificultam a produção de produtos 100% sustentáveis, uma vez que até o transporte, seja ele no início da cadeia, ou no final na entrega do produto, conta como parte do processo.

Para que a moda possa levantar de vez a bandeira da sustentabilidade é preciso continuar avançando e buscando a conscientização em outros setores também.

Assim, vim aqui hoje dividir com vocês, uma iniciativa individual que podemos ter nesse período em que estaremos mais em casa, pra que possamos contribuir com o que é possível no momento, nos sentindo também agentes dessa grande transformação e seres que desejam viver a mudança no futuro.

O consumo sustentável não está apenas na ação da compra, mas também na relação com os produtos que adquirimos e que hoje estão no nosso armário.

É importante que nossas roupas tenham ciclo longo de vida, por isso a dica de hoje é:

aproveite esse tempo para estudar as peças que tem no seu armário, separe as que não tem o hábito de usar e se pergunte o porquê. Será que combinando de uma outra forma, acrescentando um acessório ou outro, não pode ficar legal?! Uma ótima ideia, também, quando temos uma peça que não sabemos exatamente como usar, é buscar na internet referências de looks que usam peças semelhantes para se inspirar, o Pinterest é ótimo para isso! Abra a cabeça e não se limite ao pré-estabelecido, quem sabe sua camisa não pode virar uma saia e seu vestido uma camisa?!

É tempo de reinventar... sinta a liberdade para ser co-criador de suas roupas!

Olhe-se no espelho e se pergunte quem você é? Qual seu estilo? Como quer ser vista? Pode parecer bobo ou supérfluo mas a psicologia da moda e do comportamento comprova que nossas roupas dizem muito sobre nós. O que você está vestindo diz sobre você?

Aproveite esse tempo para se olhar no espelho, conheça seu corpo, entenda o que o valoriza, só você pode dizer como se sente bem.

Por fim, as peças que concluir que não te representam mais, separe para direcionar para outro caminho, não faz sentido que elas fiquem paradas em seu guarda-roupa, elas podem estar ativas em outros corpos, outros olhares. Vale doar, trocar, vender... só não vale descartar.

Nossas roupas também são vidas.

Seguem abaixo  alguns livros sobre consumo consciente e moda sustentável para quem tiver interesse em se aprofundar mais no assunto.

 

                    

                     

Bjobjo,

Bella


Confira Nossos Produtos