Viagem no tempo


Se tem uma coisa que para mim não tem tempo ruim é viajar!

Amo viajar, conhcecer novos lugares, novas referências, novas pessoas, novas comidas... conhecer o novo, independente do que seja, me fascina, me preenche, me inspira. Sou apaixonada pelo novo!!

Com voos cancelados e fronteiras fechadas, viajar no tempo tem sido o  melhor destino. Olhar para trás, ver os caminhos percorridos, pegar um álbum de fotos da família, se reconhecer criança... rever a própria história também é fonte de inspiração e sentimentos, nos traz referências, não tão novas, afinal foi algo já vivido, mas nos mostra o quanto esse resgate ao passado, essa imersão em nós mesmos, também pode nos revelar algo novo e  sensações não antes sentidas.

O portão de embarque passa a ser nossa própria mente, fechar os olhos é passagem, e o destino é incerto.

Podemos sobrevoar sobre bons momentos, alegrias, vitórias, desafios vencidos e sentir aquela felicidade de quem coleciona histórias que valeram a pena serem vividas. Mas, como em todo voo, nesse também pode haver turbulências, podemos passar por lugares que vão doer, talvez possamos descobrir alguns traumas e  por que eles surgiram, ou, ainda, sentirmos que aquela mágoa, que achávamos ter superado, lá no fundinho ainda nos faz sofrer.

A viagem pode ser confusa, às vezes demorada, mas não importa, não existe hora certa para chegar. Vale sentir tudo que estivermos sentindo, até mesmo nada.

Ao longo do percurso vamos aprendendo a driblar a  inquietude, com pensamentos mais claros, calmos,  com mais paz  no coração e mais sentido na vida.

Viajar no tempo, no eu e no silêncio é atravessar as  nossas próprias fronteiras, sem precisar de nenhum sinal de aviso luminoso para nos mostrar que o passado nos constrói e o futuro já existe em nós. Sonhar, profetizar e acreditar será sempre combustível para guiar o destino e chegar à realização.

 

É tempo de viajar no tempo!

 

Bjobjo,

Bella


Confira Nossos Produtos